• Monica

Parafraseado Rousseau

Parafraseando Rousseau.

Civilização é algo que só podemos perceber diante de situações trágicas. Ter paciência e educação nos bons momentos é fácil. Ser cordial e gentil nos instantes felizes não faz diferença. Entretanto, medimos a grandeza de um ser humano quando, diante das adversidades, ele é capaz de não ferir o outro.

O célebre filme “Um dia de Fúria”, de 1993, estrelado por Michael Douglas[1], retrata bem as conseqüências das ações de um homem estressado, diante de problemas cotidianos. Num efeito dominó sua vida vai tornando-se cada vez mais caótica.

As pessoas justificam sua falta de delicadeza por causa do cansaço, do estresse diário, do desemprego, da falta de amor, etc. Afinal, cada um tem os seus motivos para se desequilibrar e atacar o outro. Nem sempre é uma questão de controle emocional, mas de civilidade.

Observemos o povo japonês diante das inúmeras tragédias que enfrentaram em seu país. Com fome e frio, aguardaram em imensas filas nos estabelecimentos comerciais, em busca de alimentos, água e combustível, e, contudo, sempre mantiveram a ordem, o respeito e a educação. Não ocorreram saques, roubos ou pânico.

Nós, brasileiros, estranhamos quando isso acontece. Quando, na verdade, devíamos nos assustar com o contrário, com os que roubam e agridem sem motivos. Todavia, aceitamos e banalizamos atitudes adversas porque as introjetamos como comuns ao nosso cotidiano. Em silêncio, admiro os japoneses que mesmo em estado de guerra comportam-se como num dia de paz. Um povo que, diante das dificuldades, não sai do seu centro, do objetivo que deveria ser de todos nós, o de ser humano.

Pobres os povos, que com tanto brigam por tão pouco. O quão próximo estão dos animais primitivos que brigam por comida. São estes os mesmos que destroem o público, sem a consciência do que é ‘nosso’.

Atitudes civilizadas, diria Jean-Jacques Rousseau[2], é o reflexo de investimentos na educação e na arte, para que os homens se reconheçam uns nos outros sensivelmente.


Samanta Obadia

Psicanalista, Palestrante e escritora.

Contato: samantaobadia@gmail.com


[1]O título original é ‘Falling Down’, trata-se de um homem emocionalmente per


0 visualização